(25 votos)

Título original: Pedro e Inês

Classificação M/14

Duração: 120 min

País: Portugal

Género: Drama

Data de estreia: 18-10-2018

Realização: António Ferreira

Argumento: António Ferreira, Rosa Lobato Faria

Elenco: Diogo Amaral, Joana De Verona

Pedro e Inês - Em exibição nos cinemas UCI a 18 de Outubro.

Inspirado na lenda de Pedro e Inês e adaptado a partir do romance “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria, o filme narra esta inigualável história de paixão ao longo de três épocas: - na idade média onde tudo originalmente aconteceu, no tempo atual onde Pedro e Inês são arquitetos numa grande cidade e, num futuro distópico, onde as pessoas fogem das cidades para o campo para sobreviver. 

Pedro e Inês sempre se encontram e se apaixonam perdidamente, ao longo dos tempos, imortalizando a mais gloriosa história de amor portuguesa.

 “…este caos que vai na minha cabeça e que tantas vezes me faz confundir o tempo com o tempo com o tempo. Viajo entre o ser e não ser, entre estar e não estar e isso, deixa-me cansado, confuso, incerto. Não tenho passado nem futuro, só tenho presente e penso que essa é a minha doença.” 
em “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria

#Estreia #Cinema #Filmes #UCICinemas #PedroeInês

Título original: Pedro e Inês

Classificação M/14

Duração: 120 min

País: Portugal

Género: Drama

Data de estreia: 18-10-2018

Realização: António Ferreira

Argumento: António Ferreira, Rosa Lobato Faria

Elenco: Diogo Amaral, Joana De Verona

Pedro e Inês - Em exibição nos cinemas UCI a 18 de Outubro.

Inspirado na lenda de Pedro e Inês e adaptado a partir do romance “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria, o filme narra esta inigualável história de paixão ao longo de três épocas: - na idade média onde tudo originalmente aconteceu, no tempo atual onde Pedro e Inês são arquitetos numa grande cidade e, num futuro distópico, onde as pessoas fogem das cidades para o campo para sobreviver. 

Pedro e Inês sempre se encontram e se apaixonam perdidamente, ao longo dos tempos, imortalizando a mais gloriosa história de amor portuguesa.

 “…este caos que vai na minha cabeça e que tantas vezes me faz confundir o tempo com o tempo com o tempo. Viajo entre o ser e não ser, entre estar e não estar e isso, deixa-me cansado, confuso, incerto. Não tenho passado nem futuro, só tenho presente e penso que essa é a minha doença.” 
em “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria

#Estreia #Cinema #Filmes #UCICinemas #PedroeInês